"Hoje foi dado um passo importante no caminho para um ‘Brexit’ tranquilo e ordenado e o desenvolvimento de uma futura parceria estreita e especial", afirmou May na rede social Twitter.

A mensagem foi emitida ao mesmo tempo que reencaminhou a confirmação do presidente do Conselho de os líderes da UE tinham aprovado avançar para a segunda fase das negociações, também no Twitter pelo presidente do Conselho Europeu Donald

Tusk, a quem May agradeceu, bem como ao presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker.

Posteriormente, a primeira-ministra reiterou a promessa de negociar um bom acordo comercial, ao mesmo tempo que manteve o compromisso de respeitar o resultado do referendo de junho de 2016, que determinou a saída do Reino Unido da UE.

"Nós vamos respeitar a vontade do povo britânico e vamos obter o melhor acordo para o ‘Brexit’ para o nosso país - garantindo o maior acesso possível aos mercados europeus, aumentando o comércio livre com países de todo o mundo e garantir o controlo das nossas fronteiras, leis e dinheiro", escreveu.

Os 27 líderes europeus - hoje reunidos sem a presença de May - seguiram, como previsto, a recomendação da Comissão Europeia, que há precisamente uma semana considerou terem sido alcançados "progressos suficientes" na primeira fase das negociações, designadamente nos domínios dos direitos dos cidadãos, da "fatura" a pagar por Londres no quadro dos compromissos financeiros assumidos e a questão da ausência de uma fronteira física entre Irlanda e Irlanda do Norte.

A segunda fase das negociações vai incidir nas futuras relações entre a UE e o Reino Unido depois do ‘divórcio' marcado para 29 de março de 2019, incluindo a discussão de um período de transição de cerca de dois anos e de um acordo comercial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.