A Polícia de Segurança Pública está a fazer diversas buscas em Lisboa no Instituto de Mobilidade e Transportes (IMT), na Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR) e nas instalações da própria Polícia de Segurança Pública, no Departamento de Gestão Financeira, e na Polícia Municipal de Lisboa, assim como a vários domicílios e viaturas.

Em causa está suspeita de corrupção, falsificação de documentos e associação criminosa.

O Correio da Manhã avança que que a Divisão de Investigação Criminal da PSP de Lisboa está a cumprir 31 mandados de buscas, ordenados pela 9ª secção do Departamento de Investigação e Ação Penal da capital.

Entretanto, uma fonte do IMT disse à Lusa que as instalações do instituto na Avenida Elias Garcia estão encerradas e que os funcionários foram mandados sair do local.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.