A Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) anunciou hoje 66 novas cidades que passam a integrar a rede de Cidades Criativas, entre as quais Caldas da Rainha e Leiria.

As Caldas da Rainha foram distinguidas pelo seu artesanato e artes populares e Leiria pela música.

Outras cidades que passaram a estar integradas nesta rede são Belo Horizonte e Fortaleza, no Brasil, ambas como cidades literárias, assim como Lliria, em Espanha, e Angoulême, em França, na área da música, e Hanoi, no Vietname, no design.

A rede conta agora com 246 cidades em todo o Mundo e com um total de sete cidades em Portugal.

Braga, Amarante, Barcelos, Idanha-a-Nova e Óbidos já faziam parte deste projeto da UNESCO que quer estimular as cidades a colocar a cultura na sua estratégia de desenvolvimento, e a partilhar entre si as melhores práticas das diferentes vertentes culturais.

Há uma semana, as cidades portuguesas pertencentes a esta rede assinaram um protocolo para desenvolver “atividades conjuntas, programação partilhada”.

Estas cidades, segundo os seus autarcas, querem mesmo promover um “grande evento” ligado à criatividade e incentivar novas candidaturas àquela distinção.

A organização internacional vai organizar esta quinta-feira uma reunião para assinalar o Dia Mundial das Cidades Criativas, em Paris, contando com eleitos de várias cidades do mundo, sem haver no entanto qualquer presença de eleitos portugueses, indicou a UNESCO, quando questionada pela agência Lusa.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.