Ao abrigo deste serviço, os munícipes terão um colar ou uma pulseira e um dispositivo de alarme que, quando pressionado, aciona a ligação à central de atendimento de uma empresa, que reconhece as informações acerca do utente, permitindo uma resposta imediata a qualquer situação de emergência.

"Este serviço proporciona uma segurança e tranquilidade a todos os idosos ao mesmo tempo que preserva a sua autonomia, pois sabem ter, à distância de um botão, a ajuda necessária sempre que precisarem, completando desta forma o apoio dos seus familiares e das instituições que os acompanham", lê-se num comunicado enviado pelo município.

Podem beneficiar deste serviço todos as pessoas com mais de 65 anos que se encontrem numa situação de vulnerabilidade social, ou se encontrem sozinhos em alguma parte do dia ou noite por um período igual ou superior a quatro horas diárias.

Para poderem beneficiar desta resposta, os munícipes devem dirigir-se ao Gabinete de Apoio ao Idoso do município de Faro para preenchimento de um requerimento, podendo também fazê-lo "online".

Cada caso será depois avaliado pelos serviços para verificar se estão reunidos os critérios para beneficiar do serviço de teleassistência, suportado pelo município.

O projeto resulta de uma parceria entre a Câmara de Faro e uma empresa de tecnologias da comunicação, que prevê um investimento para o ano de 2019 de 6.200 euros, abrangendo 30 idosos.

Até ao final deste ano, o serviço irá abranger 20 idosos, não apresentando qualquer encargo financeiro para a autarquia.

Qualquer munícipe pode também sinalizar ou referenciar idosos que possam necessitar desta resposta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.