“A recetividade tem sido muito positiva, temos percorrido as 24 freguesias de Lisboa ao longo das últimas semanas e as pessoas têm demonstrado muita curiosidade em perceber, por um lado, o que é o Volt e o que é que significa este novo partido e, por outro lado, quais são as propostas que o Volt tem para a cidade de Lisboa”, afirmou Tiago Matos Gomes.

Hoje, o partido esteve nas freguesias de Benfica e de São Domingos de Benfica, “a distribuir panfletos e a falar com as pessoas”, referiu o candidato do Volt em declarações à agência Lusa, por telefone.

Tiago Matos Gomes relatou que tem falado com a população sobre a sua preocupação com o risco sísmico, habitação e também ciclovias.

Na sua ótica, devem ser desenvolvidas ciclovias “a sério, como é feito em Copenhaga”, e “não ciclovias para as estatísticas”, como, disse, acontece em Lisboa.

A qualidade do espaço público é outra das preocupações do Volt, que considera um tema “pouco referido nesta campanha”. Segundo Tiago Matos Gomes, é preciso ter espaços públicos de qualidade e passeios livres.

O “grande momento alto” da campanha eleitoral do partido, referiu, foi uma “grande arruada” com o presidente do Volt Europa, iniciativa que contou com a projeção de um vídeo.

Tiago Matos Gomes, ex-jornalista, nasceu no Chiado, em Lisboa, em 25 de abril de 1975.

Filho e neto de militares, viveu em diversos pontos do país quando era criança, mas atualmente vive em Lisboa.

Concorrem à presidência da Câmara de Lisboa, no domingo, Fernando Medina (coligação PS/Livre), Carlos Moedas (coligação PSD/CDS-PP/PPM/MPT/Aliança), Beatriz Gomes Dias (BE), Bruno Horta Soares (IL), João Ferreira (PCP), Nuno Graciano (Chega), Manuela Gonzaga (PAN), Tiago Matos Gomes (Volt), João Patrocínio (Ergue-te), Bruno Fialho (PDR), Sofia Afonso Ferreira (Nós, Cidadãos!) e Ossanda Líber (movimento Somos Todos Lisboa).

Em Portugal, há 308 municípios (278 no continente, 19 nos Açores e 11 na Madeira) e 3.092 freguesias (2.882 no continente, 156 nos Açores e 54 na Madeira).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.