De acordo com o Diário do Minho, o treinador foi assaltado à porta de casa nesta madrugada em Maximinos, no concelho de Braga.

Segundo o jornal regional, o técnico do Rio Ave terá sido abordado por quatro indivíduos encapuzados e ameaçado com uma arma branca quando regressava da Madeira, depois da partida dos vilacondenses contra o Marítimo.

Fonte da PSP de Braga confirmou a ocorrência ao SAPO24, salientando, porém, de que se trataram de três indivíduos e não quatro.

Carlos Carvalhal resistiu aos assaltantes e acabou por ser agredido, sofrendo ferimentos sem gravidade. O técnico recusou assistência hospitalar e o grupo colocou-se em fuga. O técnico confirmou a ocorrência e explicou o que aconteceu na sua conta de Facebook, reporta o Correio da Manhã.

"Fui atacado por três indivíduos encapuzados por volta das 02:15. O meu instinto levou-me a oferecer resistência (se calhar inadvertidamente) e com a ajuda do meu filho, José Carlos, conseguimos resolver a situação. Resultaram algumas escoriações e um hematoma, nada de preocupante", escreveu, agradecendo ainda as "manifestações de amizade e solidariedade", mas pedindo para não ser alvo de chamadas de esclarecimento.

"Tomaram conta da ocorrência e espero que em breve capturem os responsáveis por esta tentativa de assalto. Agradeço desde já todas as manifestações de amizade e solidariedade", completou.

 O técnico adiantou que "a PSP de Braga esteve no local e foi inexcedível no apoio prestado. Tomaram conta da ocorrência e espero que em breve capturem os responsáveis por esta tentativa de assalto".

Fonte do Rio Ave, sexto classificado da I Liga, disse à Lusa que o treinador "está abalado, mas bem fisicamente", e que "já esta tarde estará no estádio para orientar a sessão de treino".

[Notícia corrigida às 10:15 — Corrige informação prestada pela PSP. Foram três, e não dois, os indivíduos que fizeram o assalto]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.