Um ex-militar da Marinha avançou com o carro sobre peões em Times Square, Nova Iorque, provocando a morte de uma mulher de 18 anos e ferindo 22 pessoas.

Segundo as autoridades, não há sinais de que se trate de um ato terrorista, escreve a Reuters.

O condutor estava ao volante de um Honda sedan vermelho e atropelou várias pessoas antes de embater contra um poste.

Este foi detido e identificado como Richard Rojas, de 26 anos. A polícia referiu que o visado tem antecedentes criminais, tendo sido preso duas vezes por conduzir embriagado, em 2008 e 2015.

"Não há qualquer indicação" de que se trate de um ato de terrorismo, garantiu o Mayor Bill de Blasio em conferência de imprensa esta quinta-feira, no local do incidente.

O atropelamento ocorreu por volta do 12h00 (hora local).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.