"Não seria justo ter uma única coroa porque iria penalizar o taxista ou o consumidor. O taxímetro nem sequer é ligado. É um sistema simples, através do qual é disponibilizada a informação prévia do valor fixo das viagens e evitam-se eventuais abusos", disse à Lusa o vereador do CDS-PP João Gonçalves Pereira.

O eleito centrista no município lisboeta considera que, com esta medida, que será discutida na reunião pública de Câmara de quarta-feira, é simultaneamente dignificada a profissão de taxista e o nome da cidade de Lisboa.

"Muitas vezes há trajetos curtos e os taxistas passam muito tempo à espera, portanto, a tarifa também é uma forma de se sentirem minimente compensados", sustentou o vereador.

Os valores não estão definidos: "A negociação da tarifa será entre a Câmara de Lisboa e os operadores", o que João Gonçalves Pereira saúda.

"Registamos como algo de muito positivo o contributo que o setor do táxi deu a esta proposta e a disponibilidade que tem para encontrar novos caminhos e novas soluções", referiu o vereador do CDS-PP, que se reuniu com a Associação Nacional de Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL) e Federação Portuguesa do Táxi.

Na sessão pública de quarta-feira, o executivo municipal, liderado pelo socialista Fernando Medina, vai também apreciar uma proposta do PCP para "que sejam apuradas as necessidades de localização de novas praças de táxi, bem como a adequação das já existentes às necessidades da mobilidade dos cidadãos".

Os comunistas, liderados por João Ferreira, pedem a averiguação da "existência de equipamentos de apoio a estas praças, nomeadamente no que ao número de sanitários diz respeito", bem como "que sejam concluídos os processos com vista à elaboração de um Regulamento de Acesso e Prestação de Serviços de Táxi nos Aeroportos e Terminais Portuários", em colaboração com a ANA - Aeroportos de Portugal, a Administração do Porto de Lisboa e os representantes do setor do táxi.

O partido solicita ainda que sejam avaliadas "as necessidades de contingente da praça do novo aeroporto, no Montijo, preenchendo-a preferencialmente com a desafetação do atual contingente a acontecer no Aeroporto Humberto Delgado".

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.