Em resposta à agência Lusa, a FAP revelou que as montagens para a Queima das Fitas começam a partir de segunda-feira, dia 4 de abril, e que o laboratório da Unilabs “terá ainda as instalações” no Queimódromo.

“Estas [infraestruturas da Unilabs] serão removidas até ao início da Queima das Fitas”, disse a FAP, acrescentando que “todo o processo está a ser feito em contacto com a Câmara do Porto”.

A Queima das Fitas do Porto regressa de 01 a 07 de maio ao Queimódromo, depois de ter sido cancelada nos últimos dois anos devido à pandemia da covid-19.

Desde março de 2020 que a Unilabs tem montado no Queimódromo do Porto um centro de rastreio da covid-19, em modelo ‘drive-thru’, fruto de uma colaboração com o município e a Administração Regional de Saúde do Norte para aliviar o afluxo de casos suspeitos de infeção nos hospitais.

Já em fevereiro de 2021, a Unilabs instalou naquele local um centro de vacinação contra a covid-19, também em modelo ‘drive-thru’, no âmbito de um projeto que envolveu os hospitais de São João e Santo António, e a autarquia.

A Lusa questionou a Unilabs e a Câmara do Porto, mas não obteve resposta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.