Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre indicou à agência Lusa que a fuga de gás no Hotel São João de Deus ficou resolvida depois de os bombeiros terem efetuado a ventilação do edifício.

Contactado pela Lusa, o adjunto de comando dos Bombeiros Voluntários de Elvas, Nuno Santana, referiu que o ferido ligeiro, de 48 anos, trabalhador da empresa que estava a fazer a manutenção da infraestrutura de gás do hotel, foi transportado para o Hospital de Santa Luzia, em Elvas.

O responsável esclareceu que o homem sofreu ferimentos na mão direita, depois de uma válvula do reservatório se ter partido e o ter atingido.

Anteriormente, fonte do CDOS de Portalegre tinha indicado que o trabalhador teria caído quando pretendia fechar uma torneira.

Quando os bombeiros chegaram junto ao hotel "havia na rua um cheiro intenso a gás", relatou Nuno Santana, referindo terem verificado que havia uma equipa a fazer a manutenção do reservatório do gás, tendo decidido evacuar a unidade hoteleira, onde estavam cerca de 20 pessoas, entre hóspedes e funcionários.

Segundo o adjunto de comando, os bombeiros e a PSP criaram depois um perímetro de segurança, cortando as ruas junto ao hotel.

"A fuga de gás foi resolvida pelos trabalhadores que estavam a fazer a manutenção do reservatório, após terem fechado a válvula de segurança, e a ocorrência ficou concluída, cerca de 30 minutos depois, após os bombeiros terem feito a ventilação do edifício", relatou,

O alerta para a ocorrência, segundo o CDOS, foi dado às 11:04, tendo sido mobilizados 10 operacionais, apoiados por quatro veículos dos Bombeiros Voluntários de Elvas, além da PSP.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.