O número de expulsões e de regressos voluntários tem aumentado nas últimas horas, após o acordo firmado entre Espanha e Marrocos sobre a situação dos milhares de imigrantes ilegais que entraram na cidade.

Cerca de 8.000 marroquinos conseguiram entrar em Ceuta nestes dias, incluindo cerca de 1.500 menores.

Juntamente com os que são obrigados a regressar, chegaram à fronteira dezenas de jovens que entraram ilegalmente e que optaram por regressar voluntariamente ao seu país porque não têm onde dormir ou comer em Ceuta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.