“Num momento de crise como o que estamos a viver vamos questionar qual é a justificação para haver despesas deste tipo numa companhia aérea que os portugueses tem vindo a salvar com os seus impostos”, afirmou à Lusa o presidente do Chega, André Ventura.

O líder do partido reagiu assim às notícias que dão conta de que a TAP encomendou dezenas de carros de luxo para administradores executivos e diretores de topo, uma investigação da CNN Portugal, segundo a qual estas viaturas vão substituir a atual frota automóvel da companhia aérea.

Ventura quer saber que justificação tem o Governo de António Costa para gastar “milhões em carros de luxo” numa altura de crise e em que a companhia aérea está a “conter o pagamento de salários e de despesas operacionais”.

“E, por isso, através do parlamento, da figura da questão parlamentar, preparámos uma questão para o Ministério das Infraestruturas para perceber como tamanha imoralidade é possível num tempo como estamos a viver”, frisou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.