O animal, descrito como uma criatura de quatro patas e do tamanho de um elefante, terá pertencido ao mesmo ramo evolutivo dos mamíferos.

Um dos cientistas, Grzegorz Niedzwiedzki, paleontólogo na universidade sueca de Uppsala, sustenta que o fóssil, designado como "Lisowicia bojani", desfaz a tese de que os dinossauros eram os únicos grandes herbívoros que existiam no período geológico do Triássico tardio.

Segundos os investigadores, fatores ambientais no Triássico tardio terão impulsionado a evolução do gigantismo das espécies na Terra.

No artigo, os cientistas assinalam que os dicinodontes, criaturas herbívoras gigantes, viveram em simultâneo com os saurópodes, ramo da família dos dinossauros que mais tarde deu origem à espécie de dinossauro diplodoco, que habitou a Terra durante o período Jurássico, há aproximadamente 154 a 152 milhões de anos, e ficou conhecida pelo longo pescoço.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.