Além destes quatro mortos, um dos atacantes foi abatido depois dos agressores tentarem entrar na igreja abrindo fogo contra as portas, detalhou a fonte.

A fonte referiu também que o assaltante carregava explosivos, sem especificar o tipo. O segundo terrorista foi preso pouco depois, tendo ficado ferido quando as forças de segurança o perseguiram, depois de fugir do local do ataque.

De acordo com a agência AFP, os assaltantes ainda feriram cinco guardas de segurança.

Os soldados que morreram estavam na entrada da igreja para evitar precisamente este tipo de ataques, que já ocorreram anteriormente. O último e mais mortal, aconteceu no Domingo de Ramos, quando mais de 40 fiéis morreram em dois ataques no norte do país.

As igrejas cristãs no Egito contam, geralmente, com fortes medidas de segurança nesta época que coincide com a celebração do Natal copta, no próximo dia 07 de janeiro, já que a maioria dos cristãos egípcios segue o rito ortodoxo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.