De acordo com os dados disponíveis, o indicador de clima económico (calculado através de inquéritos a empresas de vários setores de atividade) manteve-se nos 2,1 pontos em novembro, pelo quarto mês consecutivo.

Já o indicador de atividade económica, manteve-se em setembro nos 3,1 pontos, pelo sexto mês consecutivo.

O indicador de Formação Bruta de Capital Fixo abrandou em outubro, prosseguindo a desaceleração dos quatro meses precedentes.

“A evolução observada no último mês deveu-se ao contributo positivo menos acentuado das componentes material de transporte e de construção”, sinaliza o INE, lembrando que, em termos nominais, as exportações e importações de bens apresentaram subidas homólogas de 10,2% e 14,1% em outubro, respetivamente (7,5% e 11,3% em setembro).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.