Lisboa é uma das 30 localidades portuguesas onde hoje se está a realizar mais uma manifestação no âmbito da greve climática global que está a acontecer em mais de 170 países.

Marcada paras 15:00, a concentração no largo lisboeta do Cais do Sodré conta com milhares de pessoas de todas e idades e variadas nacionalidades, que protestam contra as “políticas falhadas” dos decisores políticos, explicou à agência Lusa Sinan Eden, um dos responsáveis pela organização do evento.

“Nós somos o plano B”, declarou à Lusa, durante a manifestação cujo slogan mais proclamado é “não há planeta B”.

Ao contrário das últimas duas greves que se realizaram em Portugal no passado ano letivo, a de hoje acontece poucos dias depois de ter arrancado o começo das aulas, o que dificultou a mobilização de estudantes, explicou Sinan Eden.

Apesar disso, os jovens continuam a ser a maioria no protesto em Lisboa, que arrancou cerca das 15:30 e que tem como destino final a praça do Rossio, num cortejo que junta jovens de várias idades, idosos, várias famílias, grupos de amigos, pais e filhos.

Em plena campanha eleitoral para as eleições legislativas de 06 de outubro, são também vários os candidatos que marcam presença no protesto.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.