Um dos representantes do movimento ‘coletes amarelos’, Thierry-Paul Valette, disse hoje à agência de notícias Associated Press (AP) que os manifestantes esperam que a sua presença sábado em Paris e noutras cidades possa reavivar o movimento de protesto contra as injustiças sociais e económicas no país.

O Presidente francês, Emmanuel Macron, negociou algumas das preocupações dos ‘coletes amarelos’ no início deste ano, mas a revolta está novamente a surgir devido aos planos de Macron para reformar o dispendiosos e complicado sistema de reformas da França.

O sindicato de esquerda Força dos Trabalhadores vai realizar também no sábado uma marcha contra as mudanças nas reformas, manifestando preocupações de que esta reforma exija mais anos de trabalho das pessoas e que reduza o valor das pensões.

A somar a estas ações de protesto, os ativistas ambientais vão manifestar-se no mesmo dia em Paris para exigir mais ações do Governo e empresas na redução das emissões de gases poluentes e mais medidas para ajudar a floresta amazónica nos incêndios e evitar o desgelo que está a decorrer no Ártico.

Esta ação em Paris é apenas uma de muitas que antecipam a Cimeira de Ação Climática da ONU, que decorre na segunda-feira (23/09).

Diversas manifestações já estão a decorrer já hoje em várias partes do mundo em defesa da preservação do meio-ambiente e na luta contra as alterações climáticas.

Na Europa, em cidades alemãs como Berlim e Frankfurt os ativistas ambientais já estavam a manifestar-se esta manhã em defesa do meio-ambiente, assim como ao longo do dia em cidades da Índia, Tailândia, Austrália e em Hong Kong.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.