Esta operação, da qual a Autoridade foi notificada no dia 19 de outubro, “não é suscetível de criar entraves significativos à concorrência efetiva no território nacional ou em parte substancial deste”, decidiu a entidade.

Em causa está a operação de concentração que “consiste na aquisição, pela Axpo International, S.A., diretamente e através da sua subsidiária Axpo Iberia, S.L. (conjuntamente designadas “Axpo”), do controlo exclusivo da Goldenergy – Comercializadora de Energia, S.A. (“Goldenergy”), uma empresa atualmente controlada conjuntamente pela Axpo e pela Dourogás – Participações Sociais, S.G.P.S., S.A”, lê-se no mesmo documento.

A Axpo International dedica-se à produção e comercialização de energia em vários países, sendo que, em Portugal, está sobretudo “no fornecimento grossista de eletricidade, na comercialização de energia elétrica de alta e média tensão e na comercialização de energia elétrica de baixa tensão”, detalha o comunicado.

A Goldenergy, por sua vez, atua na “comercialização de gás natural e de energia elétrica no mercado livre, operando no sistema elétrico nacional e no sistema nacional de gás natural”, de acordo com a AdC.

A Dourogás e a Axpo adiantaram em outubro que “o acordo de compra e venda — cujo valor não foi divulgado – contempla a manutenção da totalidade dos postos de trabalho e a manutenção da sede em Portugal”.

Até 2015, a Goldenergy era detida a 100% pelo Grupo Dourogás que, nesse ano, alienou 25% da comercializadora à Axpo.

Com o negócio agora anunciado, a empresa suíça passa a controlar a totalidade do capital da comercializadora portuguesa.

A Goldenergy “irá continuar a abordar o mercado de forma inovadora e dinâmica, focando a sua oferta e serviço na qualidade a preço baixo, nos segmentos doméstico, comercial e industrial”, segundo um comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.