As autoridades estão ainda a determinar se se tratou de uma agressão deliberada, tendo detido o condutor que acelerou a carrinha em direção aos participantes do desfile LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgénero).

O autarca de Fort Lauderdale, Dean Trantalis, afirmou que a carrinha tinha como alvo a viatura onde se encontrava um membro da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, a democrata Debbie Wasserman Schultz.

Tratou-se de um ataque terrorista contra a comunidade LGBT”, defendeu Trantalis. “Não foi um acidente. Foi deliberado, premeditado, que tinha como alvo uma pessoa em particular. Felizmente, falharam essa pessoa, mas infelizmente atingiram outras duas”, acrescentou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.