Em conferência de imprensa, Maia indicou que a maioria dos líderes partidários defende o adiamento do sufrágio, desde que os mandatos dos atuais prefeitos e vereadores não sejam prorrogados.

“Davi Alcolumbre [presidente do Senado e Congresso brasileiros] vai constituir um grupo com a Câmara dos Deputados para que possamos discutir a questão da data da eleição, se vamos mantê-la no mesmo dia ou se a decisão do Parlamento vai ser modificá-la dentro do próprio mandato, mas numa outra data. Então, seria o adiamento da eleição sem prorrogação de mandato”, declarou Rodrigo Maia.

“Isso eu vi ontem [segunda-feira] na discussão com os líderes, que é uma posição de quase de unanimidade. A maioria dos parlamentares entende que podemos ter o adiamento, mas não devemos ter a prorrogação de nenhum mandato”, disse o presidente da Câmara dos Deputados, acrescentado que a questão será abordada também com o Tribunal Superior Eleitoral.

O adiamento das eleições municipais no país está a ser considerado devido à pandemia do novo coronavírus.

A primeira volta está marcada para 4 de outubro, primeiro domingo do mês. Em caso de necessidade de uma segunda volta, os eleitores voltam às urnas no dia 25 do mesmo mês, para eleger prefeitos e vereadores.

Até segunda-feira, o Brasil totalizou 16.792 óbitos e 254.220 casos diagnosticados com covid-19 desde a chegada da pandemia ao país, informou o executivo brasileiro.

O Brasil é agora o quarto país do mundo com o maior total de casos da doença, apenas atrás dos Estados Unidos da América, Rússia e Espanha, segundo o portal Worldometer, que compila quase em tempo real informações da Organização Mundial da Saúde, dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças, de fontes oficiais dos países, de publicações científicas e de órgãos de informação.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 320 mil mortos e infetou quase 4,9 milhões de pessoas em 196 países e territórios.

Mais de 1,7 milhões de doentes foram considerados curados.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.