Durante a Cimeira do Clima (COP24), a decorrer em Katowice, na Polónia, aqueles organismos disponibilizaram-se a reduzir as emissões poluentes dos eventos desportivos e da sua atividade diária e aproveitar as paixões que o desporto provoca para consciencializar sobre esta causa.

“Com o seu alcance mundial, atrativo universal e poder para inspirar e influenciar milhões de pessoas, o desporto tem uma posição única para conduzir a ação climática global e encorajar multidões a juntarem-se à causa”, sublinhou o príncipe Alberto II do Mónaco, presidente da Comissão de Sustentabilidade e Legado do COI.

Para além daqueles organismos, apoiaram também a iniciativa outras entidades desportivas, como o clube de futebol britânico Forest Green Rovers, a liga mundial de surf, a Fórmula E, a Federação Internacional de Vela, o Mundial2021 de clubes de râguebi e equipas japonesas de diversas modalidades.

A Cimeira do Clima iniciou-se a 2 de dezembro e prolonga-se até 14 do mesmo mês, em Katowice, com o objetivo de discutir e finalizar o Acordo de Paris, bem como de limitar a subida global das temperaturas em 1,5º C.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.