Apesar de já ter revelado na sexta-feira o valor com que Portugal vai contribuir, o anúncio oficial será feito hoje, durante o discurso do chefe do Governo português na Cimeira Mundial sobre a Ação Climática, que reúne os líderes mundiais nos Emirados Árabes Unidos.

A entrada em funcionamento do fundo para financiamento de 'perdas e danos' resultantes das alterações climáticas foi adotada na quinta-feira, no primeiro dia da cimeira das Nações Unidas, com aclamação por cerca de 200 países.

Depois de já ter dedicado grande parte da agenda na véspera ao financiamento da ação climática, António Costa volta hoje à COP28, no último de dois dias de deslocação ao Dubai, Emirados Árabes Unidos, onde está a decorrer a cimeira.

Após a intervenção na cimeira dos líderes, o primeiro-ministro irá participar numa mesa-redonda sobre mitigação das alterações climáticas.

Durante a tarde, no Pavilhão de Portugal, o chefe do executivo irá ainda intervir na apresentação da tradução para português do relatório “Financing Clean Energy in África”, da Agência Internacional da Energia.

A COP28, que começou na quarta-feira, termina em 12 de dezembro.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.