As autoridades militares sul-coreanas reportaram o lançamento de um projétil não identificado pela Coreia do Norte — projétil esse que, ainda carecendo de confirmação, as autoridades japonesas dizem aparentar ser um míssil.

Este lançamento acontece três dias depois de exercícios militares da Coreia do Norte na área marítima disputada com a Coreia do Sul.

No passado, relatos semelhantes do lançamento de projéteis não identificados acabaram por se confirmar como testes de artilharia.

Este lançamento acontece uma semana depois do líder da Coreia do Norte recusar um convite de Seul para visitar a Coreia do Sul.

O convite a Kim Jong Un, feito pelo chefe de Estado da Coreia do Sul, Moon Jae-in, tinha como objetivo garantir a presença do líder norte-coreano na cimeira dos países do sudeste asiático.

De acordo com fontes oficiais citadas pela KCNA, o líder da Coreia do Norte recebeu a carta pessoal do chefe de Estado sul-coreano no dia 05 de novembro, mas acabou por rejeitar o convite.

Na notícia sobre a rejeição do convite, a agência oficial da Coreia do Norte comenta as posições considerando que Seul não está a cumprir os acordos estabelecidos entre os dois Estados e que está a ceder às pressões norte-americanas.

O presidente da Coreia do Sul, que continua a tentar promover mais um encontro ao mais alto nível, já se reuniu três vezes com Kim Jong Un desde 2018, tendo conseguido abrir os canais que permitiram os contactos diretos entre o líder norte coreano e o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Nos últimos meses, Pyongyang tem criticado Seul devido à realização de exercícios militares conjuntos entre a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.