Os amigos e conhecidos do malogrado piloto, que morreu na sequência de um acidente na sétima etapa da edição deste ano da maior competição de todo-o-terreno, quiseram prestar-lhe uma homenagem e acompanhar o cortejo fúnebre em direção a Esposende, terra natal de Paulo Gonçalves.

Depois de cumpridos os necessários trâmites burocráticos, o corpo do piloto deixou as instalações do aeroporto às 11:40, com batedores da polícia a liderar o caminho e mais de uma centena de motas a seguirem na traseira do carro fúnebre.

No trajeto até à autoestrada que liga o Porto a Esposende, alguns populares pararam na berma da estrada para aplaudir a passagem do cortejo, num clima de emoção semelhante ao vivido pelos ‘motards’, que desde as 09:30 se concentraram no aeroporto a aguardar pela chegada do corpo do piloto.

O cortejo fúnebre de Paulo Gonçalves vai passar pelo centro de Esposende antes de rumar à freguesia de Gemeses, onde o corpo ficará em câmara ardente, a partir das 16:00.

O funeral vai realizar-se na sexta-feira, pelas 16:00, na Igreja de Gemeses, em Esposende, concelho do distrito de Braga, em que foi decretado dia de luto municipal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.