Esta mudança consta num comunicado hoje emitido pelo gabinete do primeiro-ministro sobre a orgânica do XXIII Governo Constitucional, apresentada na terça-feira por António Costa ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

“O primeiro-ministro informa que decidiu avançar igualmente com a concentração de ministérios num só espaço físico”, refere-se no comunicado.

De acordo com o mesmo comunicado, “os ministérios com responsabilidade direta na execução do Plano de Recuperação e Resiliência serão os primeiros a concentrar-se”, o que deverá acontecer “até ao final do ano 2022 na atual sede da Caixa Geral de Depósitos”.

“Estes ministérios ficarão “sob coordenação da Presidência do Conselho de Ministros”, acrescenta-se.

Em fevereiro, em declarações aos jornalistas, o primeiro-ministro, António Costa, já tinha admitido a possibilidade de proceder na nova legislatura à deslocalização de vários ministérios, concentrando-os no edifício que atualmente serve de sede à Caixa Geral de Depósitos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.