O terrorismo “é uma ameaça global, que pode estar em todo o sítio. É obviamente dever dos serviços analisar e avaliar cada informação que surge”, disse António Costa, na Póvoa de Varzim, à margem da visita da AgroSemana – Feira Agrícola do Norte.

Segundo o primeiro-ministro, ainda na quarta-feira a Secretária-Geral [do Sistema de Segurança Interna] promoveu “uma reunião com dirigentes máximos de todos os serviços de segurança no âmbito de coordenação ao antiterrorismo” e “a avaliação foi feita”, tendo sido “mantido o nível de alerta” moderado que tem vigorado “em todo o país e também na cidade de Lisboa”.

PSP adota medidas de segurança devido a eventos, mas nega 'identificação de risco' terrorista
PSP adota medidas de segurança devido a eventos, mas nega 'identificação de risco' terrorista
Ver artigo

A Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna assegurou hoje que Portugal não alterou o grau de ameaça terrorista e que este "se mantém em grau moderado".

"Portugal não alterou o grau de ameaça, que se mantém em grau moderado", informou em comunicado o serviço dirigido por Helena Fazenda.

A Secretária-Geral do Sistema de Segurança Interna informa ainda que "todas as forças e serviços de segurança que integram a Unidade de Coordenação Antiterrorismo estão a trabalhar em completa articulação e em cooperação com as suas congéneres, acompanhando o contexto internacional no âmbito da ameaça terrorista".

Contactada pela agência Lusa, Helena Fazenda explicou que o comunicado foi emitido porque estavam a circular "rumores" sobre a subida dos níveis de alerta contra o terrorismo em Portugal.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.