Esta medida da empresa, dona da Meo, vai incluir ainda outros doentes crónicos “pertencentes a grupos considerados de maior vulnerabilidade por baixa imunidade”, lê-se na mesma nota.

A Altice decidiu ainda criar e identificar “salas de isolamento em edifícios onde se justifique, a serem ativadas em caso de necessidade” e implementar um “gabinete de crise de operações com definição de plano de serviços mínimos indispensáveis a acionar assim que se justifique”.

O grupo reforçou também a sua equipa de saúde no trabalho, com “a integração de novos médicos especialistas adequados ao atual contexto”.

Em termos operacionais, a empresa adiou a “realização de eventos públicos” e de viagens aéreas e reduziu “ao estritamente indispensável" a participação "da equipa de gestão da Altice Portugal em iniciativas públicas e reuniões externas”.

A empresa pretende recorrer a reuniões por videoconferência em vez de presenciais, tendo reforçado o “abastecimento de gel desinfetante e máscaras hospitalares nos edifícios e lojas Meo”.

Além disso, a Altice Portugal está a difundir “em todos os canais internos da empresa" informação "esclarecedora para apoio na identificação dos sintomas relacionados com o Covid-19, bem como informação de medidas de prevenção e outras práticas definidas pela DGS - Direção Geral de Saúde”.

O grupo realçou que “não tem identificado ao momento qualquer caso de contágio” entre os seus trabalhadores.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 4.000 mortos.

Cerca de 114 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 63 mil recuperaram.

Portugal regista 41 casos confirmados de infeção, segundo a DGS.

A DGS comunicou também que em Portugal se atingiu um total de 375 casos suspeitos desde o início da epidemia, 83 dos quais ainda a aguardar resultados laboratoriais.

Face ao aumento de casos, o Governo ordenou a suspensão temporária de visitas em hospitais, lares e estabelecimentos prisionais na região Norte, até agora a mais afetada.

Foram também encerrados alguns estabelecimentos de ensino, sobretudo no norte do país, assim como ginásios, bibliotecas, piscinas e cinemas.

Os residentes nos concelhos de Felgueiras e Lousada, no distrito do Porto, foram aconselhados a evitar deslocações desnecessárias.

(O SAPO24 é a marca de informação do Portal SAPO, detido pela MEO - Serviços de Comunicações e Multimédia, S.A., propriedade da Altice Portugal)

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.