"Confiamos que a rota possa, pouco a pouco, alcançar uma melhoria no número de passageiros, graças ao novo sistema de subsídios para os residentes da Madeira, que permitirá que o desconto seja aplicado no momento da compra do bilhete", refere a companhia espanhola, em resposta escrita a questões formuladas pela agência Lusa.

O executivo regional, de coligação PSD/CDS-PP, alterou recentemente o modelo do subsídio, cujo reembolso era efetuado após a viagem, como forma de estimular o turismo interno.

O Porto Santo, uma pequena ilha com cerca de 5.000 habitantes, é o destino preferencial de férias dos residentes na Madeira, chegando a atingir mais de 20.000 visitantes nos meses de verão.

"Além disso, a medida adotada pelo Governo Regional para estender o subsídio aos meses de julho, agosto e setembro, contribuirá também para a melhoria da rota", esclarece a Binter, que opera a linha com um avião ATR de 72 assentos.

A companhia espanhola, com sede em Canárias, "ajustou ligeiramente" os horários dos voos entre a Madeira e o Porto Santo por razões operacionais, sendo que o primeiro voo parte do Aeroporto do Funchal às 07:30 e o regresso do Porto Santo às 08:30.

A ligação da tarde sai da Madeira às 16:55, para iniciar o regresso do Porto Santo às 17:50.

"Os voos acabaram de ser colocados à venda e não houve tempo material para comunicar com o mercado", refere, considerando que, por isso, é ainda cedo para prever o número de passageiros a transportar durante o período de verão.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.