Em nota divulgada pelo primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva refere que a resolução, aprovada em reunião do Conselho de Ministros, será publicada na quinta-feira e que o Governo italiano foi “devidamente informado desta medida preventiva, temporária, que se justifica pelo facto de se ter registado um aumento exponencial de casos de pessoas infetadas pela Covid-19 em Itália”.

Na mesma nota, o primeiro-ministro refere que a medida será avaliada ao final de três semanas, “para decisão sobre a continuidade da medida ou seu cancelamento”, conforme a avaliação da evolução do novo coronavírus em Itália.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.