"Decidimos pagar integralmente o valor que nos foi reportado pelas IPSS do concelho na aquisição de equipamentos de proteção individual", explicou à agência Lusa o presidente da Câmara de Vila Velha de Ródão, Luís Pereira.

O material inclui fatos e calçado de proteção, luvas, máscaras, viseiras e óculos de proteção, desinfetante e termómetros, cuja necessidade foi apurada previamente junto de cada uma das instituições e que agora vai ser distribuído pelos funcionários, colaboradores e utentes, permitindo-lhes uma maior proteção perante a covid-19.

"Neste momento particularmente difícil, julgamos ser essencial apoiar estas instituições, aumentando a proteção e a capacidade de resposta dos seus profissionais, cujo trabalho é essencial para apoiar a população mais idosa e, por isso, mais vulnerável à doença", justifica o autarca deste município do distrito de Castelo Branco.

Luís Pereira explicou ainda que a autarquia decidiu manter o valor dos subsídios às associações e coletividades do concelho de Vila Velha de Ródão, cujo montante ronda os 80 mil euros, independentemente de estas não poderem cumprir o seu plano de atividades devido à pandemia da covid-19.

Segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registam-se em Portugal 380 mortes provocadas pela covid-19, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos confirmados de infeção, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.