Em comunicado, o MAI avança que começa no próximo dia 22 de novembro o processo de administração em simultâneo das vacinas contra a gripe e doses de reforço da vacina contra a covid-19 aos bombeiros que desempenham a função operacional do transporte pré-hospitalar.

“Com o início, nesta fase, do processo de coadministração das duas vacinas aos bombeiros, reconhece-se o papel que estes têm desempenhado no combate à pandemia da covid-19”, precisa o Ministério tutelado por Eduardo Cabrita.

Segundo o MAI, a seleção e ordem de vacinação é da responsabilidade do respetivo comandante de cada corporação de bombeiros, tendo por referência os critérios operacionais definidos pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

O MAI indica ainda que o planeamento deste processo de vacinação, que deverá abranger cerca de 28.000 bombeiros, foi elaborado de forma articulada entre o Ministério da Administração Interna, a Task Force para a elaboração do Plano de Vacinação contra a covid-19 em Portugal e a ANEPC.

A vacinação dos bombeiros envolvidos no transporte de doentes foi hoje anunciado pelo secretário e Estado Adjunto e da Saúde, que revelou também que a partir de 22 de novembro vão ser vacinados com a terceira dose da vacina contra a covid-19 os profissionais do setor social.

Na próxima segunda-feira, começam a ser vacinados os profissionais de saúde, de acordo com António Lacerda Sales.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.