Na conferência de imprensa de acompanhamento da pandemia realizada hoje, Graça Freitas afirmou que o novo cordão sanitário “está, de facto, a ser equacionado em articulação entre as autoridades de saúde, as autoridades municipais e o mecanismo de proteção civil”.

A responsável indicou que a autoridade de saúde regional fez uma “avaliação de riscos” e que em conjunto com a câmara municipal, que coordena a proteção civil no concelho, “vão fazer uma proposta superior, que será entregue à ministra da Saúde e depois será entregue a quem tem esta tutela”.

“Em qualquer momento, remeteremos para a senhora ministra, que depois fará seguir”, referiu Graça Freitas depois de questionada sobre o número de casos confirmados no concelho, atinge 65, com 140 pessoas a aguardarem resultados.

Segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, Portugal regista 409 mortes, mais 29 do que na véspera (+7,6%), e 13.956 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 815 em relação a quarta-feira (+6,2%).

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado no dia 02 de abril na Assembleia da República.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 1,5 milhões de pessoas em todo o mundo, das quais morreram quase 89 mil.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.