A presidente do Conselho de Administração do HDS, Ana Infante, disse à Lusa que o resultado positivo do teste à covid-19 foi conhecido no domingo, tendo sido colocados de quarentena “nove profissionais que tiveram contacto com a médica infetada, por instruções do médico de saúde pública e de acordo com as boas práticas clínicas”.

A presidente do HDS admite que a infeção possa ter ocorrido fora do hospital, mas sublinhou que as eventuais cadeias de contágio estão a ser averiguadas pelas Autoridades de Saúde.

Ana Infante afirmou que, para “continuarem a ser assegurados cuidados de saúde com qualidade aos utentes que recorrem ao HDS, foram contactados médicos prestadores de serviço e alguns clínicos que, num gesto de grande altruísmo e dedicação à causa pública, adiaram ou interromperam as suas férias”.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 813 mil mortos e infetou mais de 23,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.805 pessoas das 55.912 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.