Na sua página oficial, a ULSM adiantou que no Hospital Pedro Hispano esse espaço está no serviço de urgência, onde funcionava a colheita de análises, sendo o acesso feito pelo exterior e separado da admissão dos restantes doentes.

Este local de acolhimento destina-se exclusivamente a doentes que apresentem queixas respiratórias, febre e tosse, sintomas do novo coronavirus.

"Ao dirigir-se ao local, o doente é submetido a um conjunto de questões, nomeadamente se tem tosse, febre, dificuldades respiratórias ou dores de garganta e, a partir dessa primeira triagem, segue o percurso pela urgência geral ou é orientado para este novo circuito onde está disponível uma equipa de profissionais de saúde devidamente preparada", explicou, na informação disponibilizada.

Nas restantes situações, o circuito do serviço de urgência mantém-se inalterável.

No âmbito desta reorganização da resposta assistencial, a ULSM criou ainda estas áreas dedicadas à Covid-19 nos edifícios dos centros de saúde de Matosinhos, Leça da Palmeira, São Mamede de Infesta e Senhora da Hora, no distrito do Porto.

Outra das mudanças passa pelo Serviço de Atendimento a Situações de Urgência (SASU) que funcionará aos fins de semana e feriados das 09:00 às 19:00, salientou.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde.

Dos infetados, 201 estão internados, 47 dos quais em unidades de cuidados intensivos.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira e até às 23:59 de 02 de abril.

Além disso, o Governo declarou na terça-feira o estado de calamidade pública para o concelho de Ovar.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.