Segundo um comunicado em que atualiza os dados relativos aos doentes covid-19, o HGO, em Almada, no distrito de Setúbal, sublinha que “mantém a sobrelotação do Serviço de Urgência Geral, na vertente da área respiratória”.

Há uma semana, dia 27 de janeiro, o HGO tinha 220 doentes internados, dos quais 192 em enfermaria, 20 doentes em Unidade de Cuidados Intensivos e oito doentes internados em Unidade de Hospitalização Domiciliária.

Para tentar minimizar o impacto negativo da procura excessiva daquela unidade hospitalar, o HGO aconselha a população dos concelhos de Almada e do Seixal a recorrer em primeiro lugar ao médico de família e Centro de Saúde.

Em caso de sinais e sintomas, compatíveis com doença respiratória, o HGO pede aos utentes que contactem primeiro o Centro de Contacto do Serviço Nacional de Saúde, Linha SNS24, através do número de telefone 808242424, e as ADRC, áreas dedicadas para doentes respiratórios.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.253.813 mortos resultantes de mais de 103,8 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 13.017 pessoas dos 731.861 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.