Na Hungria foram registados 1.791 novos casos nas últimas 24 horas, informaram hoje as autoridades sanitárias daquele país, depois de nas últimas semanas o número diário de novas infeções ter oscilado entre os 800 e 1.300.

Há ainda a registar, no último día, mais 24 mortes, o que elevou a contagem global associada à pandemia para 1.109 num país de 9,8 milhões de habitantes.

Aquele país do centro da Europa contabiliza ainda 1.693 pessoas hospitalizadas devido ao novo coronavírus, sendo que 185 estão ligadas a ventiladores.

Na Áustria, os número de casos diários superou pela primeira vez os 2.000, avança hoje o jornal Kronen Zeitung.

Aquele diário – que tem avançado até à data com rigor os números oficiais antes da sua publicação pelas autoridades austríacas – indica ainda que se registaram 2.317 novos casos nas últimas 24 horas.

No princípio do mês já se havia superado o recorde diário de 1.050 novos infetados atingido na primeira vaga, então ainda na primavera.

Na Áustria há 700 pessoas internadas com covid-19, 124 em cuidados intensivos, enquanto que o número de óbitos naquele país de 8,8 milhões de habitantes subiu para 882.

O ministro dos Negócios Estrangeiros da Áustria, Alexander Schallenberg, teve um resultado positivo no teste ao vírus da covid-19 e está em quarentena domiciliária sem sintomas, noticiou hoje a rádio pública austríaca.

O resultado positivo foi detetado durante um teste regular na sexta-feira à tarde, e obrigou todos os membros do Governo austríaco, uma coligação de conservadores e ecologistas, a submeterem-se a testes adicionais, segundo a agência espanhola EFE.

A nível global, a covid-19 provocou cerca de 1,1 milhões de mortos desde dezembro de 2019, incluindo 2.149 em Portugal.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.