As autoridades de saúde registaram 18.034 novos positivos em 24 horas e 285 mortes, de acordo com dados do Instituto Robert Koch (RKI) de virologia.

Na última quarta-feira, o número de novas infeções chegou às 22.231 e o de mortes com ou de covid-19 atingiu os 312.

O índice de transmissibilidade semanal é de 0,82, o que significa que cada 100 infetados contamina, em média, 82 outras pessoas.

O número máximo de infeções na Alemanha foi registado em 18 de dezembro, com 33.777 novos casos num dia, e o número de óbitos em 14 de janeiro, com 1.244. A incidência atingiu o seu pico no dia 22 de dezembro, com 197,6.

A Alemanha acumulou 3.451.550 casos de covid-19 desde o início da pandemia – dos quais cerca de 3.084.700 são considerados recuperados – e o número de mortes com ou de covid-19 totaliza 83.876.

Em uma semana, as autoridades de saúde registaram 110.471 novas infeções e o RKI estima que os casos ativos atualmente ascendam a cerca de 282.900.

Nas unidades de cuidados intensivos estavam internados na terça-feira 4.955 pacientes com covid-19 (menos 56 num dia) , dos quais 2.929 (59% e dez a menos em relação a segunda-feira) precisam de respiração assistida, de acordo com o registo da Associação Alemã Interdisciplinar para Terapia Intensiva e Medicina de Emergência (DIVI).

Em um dia, as unidades de cuidados intensivos receberam 491 novos pacientes com covid-19 e 122 dos doentes ali internados morreram.

Na Alemanha, 6.771.476 pessoas receberam as duas doses da vacina (8,1% da população) e 23.852.426 (28,7%) têm pelo menos uma, de acordo com o relatório diário do RKI.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.