O presidente da Câmara de Mação (distrito de Santarém), Vasco Estrela, anunciou em comunicado que as medidas agora implementadas se devem ao "período difícil" que a comunidade atravessa devido à pandemia do novo coronavírus, com "inevitáveis repercussões negativas na economia local e constrangimentos vários no quotidiano dos maçaenses”.

Por isso, o município "irá isentar de pagamento o valor correspondente ao consumo de abastecimento de água, saneamento de águas residuais e gestão dos resíduos urbanos do mês de março de 2020 a todos os consumidores do concelho".

Dando conta de que esta medida "poderá ser reavaliada mediante a situação epidemiológica" da covid-19 e que outras medidas podem "eventualmente ser tomadas", o autarca disse ainda, citado na nota, que os serviços da Câmara Municipal de Mação "passam a funcionar à porta fechada, sendo os contactos efetuados por via telefónica ou ‘online’".

A autarquia apela aos seus munícipes para que "cumpram escrupulosamente as limitações de deslocação decretadas", aconselhando "veementemente que permaneçam em suas casas, evitando qualquer tipo de convívio social".

Em Portugal, a Direção-Geral da Saúde (DGS) elevou hoje o número de casos confirmados de infeção para 1.020, mais 235 do que na quinta-feira. O número de mortos no país subiu para seis.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.