Em comunicado enviado às redações, o Ministério da Administração Interna refere que o processo de vacinação de 15 mil bombeiros teve início a 11 de fevereiro, tendo já sido vacinados 11.061.

"Os bombeiros, dada a dimensão operacional do transporte pré-hospitalar que executam, desempenham uma função essencial do Estado e por isso estão a ser vacinados ao longo de duas semanas. A ordem de vacinação destes bombeiros foi definida pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil com base em critérios operacionais e abrange o universo de voluntários, sapadores e municipais2", pode ler-se.

Esta manhã, Jaime Marta Soares, presidente da Liga dos Bombeiros Portugueses, precisou que não haverá qualquer alteração em relação ao plano previsto para esta primeira fase de vacinação contra a covid-19, que prevê a vacinação de metade dos bombeiros.

No que diz respeito à vacinação dos elementos das Forças de Segurança — 10 mil da GNR e 10 mil da PSP —, esta teve início no passado sábado, 13 de fevereiro, e prolonga-se por quatro semanas.

Até ao final do dia de ontem, já tinham sido vacinados 3.418 elementos da GNR e 3.638 elementos da PSP.

O planeamento deste processo de vacinação foi elaborado de forma articulada entre a GNR e a PSP, coordenado pelo Ministério da Administração Interna.

A vacinação dos militares e agentes das outras regiões do país está a ser efetuada nos centros de saúde.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.