O centro, também apelidado de 'drive-thru', será montado junto ao hospital local e começará a funcionar na segunda-feira, mas só irá atender pessoas que tiverem prescrição médica para efetuarem o teste.

"Quem tiver essa prescrição, pode agendar o teste através de uma linha telefónica dedicada, que a câmara irá disponibilizar, e no dia e hora marcada só têm de aparecer, e nem precisam de sair do automóvel. É um modelo mais cómodo, que evita que os nossos cidadãos se tenham de deslocar a outras cidades como Vila Nova de Gaia e Porto, para serem testados", explicou o presidente da autarquia poveira.

Aires Pereira revelou, também, que foi preparado um espaço, com 60 camas, na Escola Agrícola Campo Verde, na freguesia de S. Pedro de Rates, que está pronto a acolher utentes dos lares de idosos do concelho, caso surja algum problema relacionado com a covid-19 nessas instituições.

"Felizmente, ainda não tivemos qualquer caso nos nossos lares, mas, na eventualidade de surgir, já temos esse espaço, totalmente equipado e com todas as condições, para acolher idosos que não acusem positivo. Poderão lá ficar resguardados até a situação no lar de origem se regularizar", partilhou o presidente de câmara.

Aires Pereira revelou, ainda, que os testes feitos, até ao momento, em algumas das instituições do concelho, a casos suspeitos de utentes e funcionários, "deram todos negativo", mas estranhou que "o processo de testes a todos os lares do país anunciado pela Direção-Geral de Saúde ainda esteja muito vocacionado para outras zonas do país".

"Havendo mais de sete mil casos no Norte do país, sinto que os esforços ainda estão muito concentrados noutras regiões. Não é um regionalismo bacoco, é uma constatação. Acho que merecíamos mais. Ainda hoje, o nosso hospital se queixava de falta de equipamentos para a sua missão. Espero que não passe de uma dificuldade logística", afirmou o presidente da Câmara da Póvoa de Varzim.

O autarca anunciou, também, que na escola da freguesia de Beiriz está em funcionamento uma cantina comunitária que tem servido 100 refeições por dia a famílias com maiores dificuldades, e reforçou a necessidade de confinamento no concelho durante este período de Páscoa.

"Apesar de a Póvoa de Varzim e Vila do Conde terem uma realidade muito singular pela proximidade dos concelhos e os laços familiares existentes, a PSP terá uma operação montada para evitar deslocações desnecessárias neste período. Pode haver alguma compreensão para casos de apoio familiar, mas não serão permitidos comportamentos de risco", disse Aires Pereira.

Em Portugal, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 380 mortes por Covid-19, mais 35 do que na véspera (+10,1%), e 13.141 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 699 em relação a terça-feira (+5,6%).

Dos infetados, 1.211 estão internados, 245 dos quais em unidades de cuidados intensivos, e há 196 doentes que já recuperaram.

Portugal, onde os primeiros casos confirmados foram registados no dia 02 de março, encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril, depois do prolongamento aprovado na quinta-feira na Assembleia da República.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.