José Luís Carneiro falava no final de uma reunião com o primeiro-ministro, António Costa, em São Bento, sobre as perspetivas de reabertura do ano escolar - um encontro em que também esteve presente o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues.

Tendo ao seu lado os dirigentes socialistas Porfírio Silva e Maria Antónia Almeida Santos, o "número dois" da direção do PS referiu que as propostas que foram apresentadas pelo primeiro-ministro "mostram uma vontade inequívoca de criar todas as condições para que a escola continue a ser o grande espaço indutor de igualdade de oportunidades".

Segundo José Luís Carneiro, o Governo garante que "todos podem ter acesso às condições de aprendizagem e também que poderão continuar a ter acesso à avaliação e à classificação escolar".

"O Governo apresentará esse conjunto de medidas e o PS transmitiu o seu apoio a essa visão ampla e global para fazer face aos desafios com que estão confrontados as famílias, os alunos e os professores", disse.

Perante os jornalistas, o secretário-geral adjunto socialista voltou a defender que é preciso que os portugueses respeitem neste mês as medidas de confinamento em termos de circulação "para haver a perspetiva de que a escola presencial possa voltar".

"Não, naturalmente, na sua globalidade, mas nos termos que o Governo irá apresentar ao país. De acordo com as informações das autoridades de saúde, foi já possível vislumbrar uma pequena luz ao fundo do túnel, mas é necessário que este esforço coletivo continue e se consolide", completou.

Ainda em matéria de educação, José Luís Carneiro frisou que, da reunião com o primeiro-ministro, "o PS sai convicto de que as propostas que serão apresentadas à comunidade educativa e às famílias são respostas que cuidam de garantir que o ensino, a aprendizagem, a avaliação e a certificação dos conhecimentos continuam a obedecer à procura de uma escola pela igualdade de oportunidades, numa cidadania exigente".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.