Os contágios, segundo a responsável, tiveram origem "na filha de uma cuidadora da estrutura residencial".

"No dia 05 de outubro, uma cuidadora ausentou-se porque a filha terá apresentado sintomas, confirmando-se mais tarde estar infetada, num contágio que teve origem na sua turma, na escola", disse Zélia Reis.

Na segunda-feira, "já depois de ter desenvolvido sintomas, a cuidadora fez um teste que deu positivo", acrescentou a diretora técnica, informando que a Santa Casa "mandou então rastrear todas as colegas que com ela trabalharam, num total de oito, surgindo mais um caso positivo".

No mesmo ímpeto, "foram rastreados os utentes, num total de 47, e surgiram mais quatro casos".

Ainda segundo Zélia Reis, no "sábado foi rastreado todo o restante pessoal da estrutura residencial, consumando-se 70 rastreios no total, sendo que todos os resultados recebidos desta última série de testes deram negativo".

"Os casos positivos, entre os utentes, estão em isolamento, seguindo os normativos da autoridade de saúde local, enquanto as duas cuidadoras estão em casa", disse ainda a responsável, precisando que, "com a exceção da primeira cuidadora infetada, todos os outros casos estão assintomáticos".

Zélia Reis informou serem estes os "primeiros casos de covid-19 na instituição desde o início da pandemia".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.