O autarca indicou que a informação do surto foi dada ao município pelo delegado de saúde local e que as pessoas infetadas estão "todas assintomáticas" e "supostamente em confinamento".

O presidente do município explicou que, após a autarquia ter tido conhecimento do surto, foi marcada uma reunião para avaliação da situação, que decorreu na sexta-feira, na câmara, com a presença de várias entidades, como autoridade de saúde, Segurança Social, delegação de Estremoz da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), Serviço Municipal de Proteção Civil e PSP.

Na reunião, disse Francisco Ramos, foi decidido "disponibilizar um conjunto de testes" de despiste do novo coronavírus que provoca a doença-covid-19 para serem feitos a quem quisesse entre os cerca de 200 moradores do bairro.

Segundo o autarca, "os testes foram disponibilizados para [serem feitos] hoje de manhã" no bairro, mas, devido ao mau tempo, a realização da testagem foi transferida para um pavilhão da delegação de Estremoz da CVP.

"Os moradores foram informados, através da CVP, para fazerem o teste e o local onde estes se realizavam, tendo apenas comparecido seis", acrescentou o autarca.

Os resultados dos testes feitos hoje são conhecidos no domingo, de acordo com Francisco Ramos.

Segundo fonte do Serviço Municipal de Proteção Civil, os testes foram feitos por elementos da delegação de Setúbal da CVP.

A Câmara de Estremoz indicou na sua página na rede social Facebook, que existem no concelho 131 casos ativos de infeção com o SARS-CoV-2, que provoca a covid-19, e três óbitos, segundo dados, de quinta-feira, da Direção-Geral da Saúde.

Portugal contabiliza pelo menos 5.977 mortos associados à covid-19 em 366.952 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O estado de emergência decretado em 09 de novembro para combater a pandemia foi renovado até 07 de janeiro, com recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.