"Após a testagem a 39 pessoas entre utentes e funcionários foram detetados 21 casos positivos para a covid-19 [16 utentes e cinco funcionários]. Há também a lamentar a morte de uma mulher de 84 anos que tinha várias patologias associadas", concretizou o responsável.

Segundo António Oliveira, os utentes e funcionários que testaram positivo para o novo coronavírus estão separados dos restantes em pisos diferentes do Lar.

"As pessoas infetadas estão para já assintomáticas", revelou.

O Lar já foi sujeito a um processo de desinfeção levado a cabo pela Proteção Civil Municipal.

O primeiro caso detetado no Lar do Centro Social Nossa Senhora das Dores, em Argoselo aconteceu na sexta-feira.

Segundo o último boletim epidemiológico emitido na segunda-feira pela Unidade Local de Saúde (ULS) do Nordeste, a que a Lusa teve acesso, o concelho de Vimioso registava 58 casos ativos de covid-19.

Portugal contabiliza pelo menos 5.122 mortos associados à covid-19 em 327.976 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O país está em estado de emergência desde 09 de novembro e até 23 de dezembro, período durante o qual há recolher obrigatório nos concelhos de risco de contágio mais elevado.

Durante a semana, o recolher obrigatório tem de ser respeitado entre as 23:00 e as 05:00, enquanto nos fins de semana e feriados a circulação está limitada entre as 13:00 de sábado e as 05:00 de domingo, e entre as 13:00 de domingo e as 05:00 de segunda-feira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.