“Destes 40 novos casos, 38 estão relacionados com o contágio previamente identificado”, refere uma nota do reitor da UA, Paulo Jorge Ferreira, dirigida à comunidade académica.

Segundo o reitor, estes resultados decorrem dos 95 testes a contactos de risco, realizados em ação conjunta entre as autoridades de saúde e a UA.

Atualmente, de acordo com a Reitoria, existem 72 casos positivos na UA, 68 dos quais resultantes do primeiro contágio e quatro casos isolados.

Os primeiros casos de covid-19 na UA surgiram no dia 7, um dia depois do início das aulas naquela instituição de ensino.

Na altura, a Reitoria informou que havia 15 alunos infetados de nacionalidade espanhola que estavam a frequentar a UA ao abrigo do programa Erasmus.

De acordo com a mesma fonte, o contágio teria ocorrido na semana passada, num evento externo à Universidade.

No distrito de Aveiro, o concelho mais afetado pela pandemia continua a ser Santa Maria da Feira, com 811 casos confirmados de covid-19, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS). Segue-se Ovar (759) e Aveiro (502), que teve a maior subida na última semana ao somar 32 novas infeções.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.