Em setembro, a variação homóloga do Índice de Custos de Construção de Habitação Nova foi de 2,4%, uma “taxa superior em 0,4 pontos percentuais em relação a agosto”, refere o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No mês em análise, o preço dos materiais e o custo da mão-de-obra aumentaram 0,9% e 4,7%, respetivamente, em termos homólogos.

No mês de setembro, a contribuição o preço da mão de obra para o índice foi superior em 0,9 pontos percentuais para a formação da taxa de variação homóloga do índice, enquanto a do custo da mão-de-obra foi de mais 0,1 pontos percentuais, salienta o INE.

Em termos mensais, a taxa de variação do índice de custos de construção de habitação nova foi nula em setembro, com o preço dos materiais a registar um aumento de 0,2% e o custo da mão-de-obra a recuar 0,3%.

Segundo o INE, as componentes de mão-de-obra e de materiais contribuíram, respetivamente, com -0,1 pontos percentuais e 0,1 pontos percentuais para a formação da taxa de variação mensal do indicador.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.