Ngodup Tsering, representante do Dalai Lama nos Estados Unidos, disse à AFP que o líder chegou a Nova Deli na primeira hora de terça-feira, dia nove, para uma visita a um médico especialista no hospital Max, depois de ter sentido uma "tosse e dores no peito".

"O médico disse que não há razões para preocupação. Não é nada de sério", disse Tsering, sem confirmar se o monge vai continuar o tratamento no mesmo hospital", afirmou.

"Ele vai repousar alguns dias", comentou.

O superintendente da Polícia de Kangra, Santosh Patial, disse ao jornal The Indian Express que o Dalai Lama, que vive em Dharamshala, embarcou num voo na manhã de terça-feira rumo a Nova Deli e que não foi transportado de urgência.

"Não há motivos para pânico", disse.

Embora seja um orador extraordinariamente popular até aos dias de hoje, o Dalai Lama reduziu drasticamente seus compromissos internacionais e não se encontra com nenhum líder global desde 2016.

Ao mesmo tempo, diversos governos admitem reticências em convidar Dalai Lama por medo de gerar tensões com o governo chinês.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.