"Os jovens pagarão uma taxa máxima de IRS até aos 35 anos e ficarão isentos do pagamento de IMT na compra da primeira habitação"

Nuno Melo, presidente do CDS-PP

"Mariana Mortágua e André Ventura têm a capacidade de levar Portugal à bancarrota, tal como José Sócrates, só que mais rápido"

Nuno Melo, presidente do CDS-PP

"Vamos ter Pedro Nuno Santo a pedir impostos até à campa. Votar no PS é como comprar bilhete para viajar no Titanic, mas saber que vai afundar"

Nuno Melo, presidente do CDS-PP

"A AD vai reduzir taxa de IRS em todos escalões excepto no último",

Nuno Melo, presidente do CDS-PP

"Vamos reduzir IRC em dois pontos por ano até aos 15%"

Nuno Melo, presidente do CDS-PP

"Não consideramos que, entre o radicalismo da esquerda e da direita, há um que é bom e outro que é mau. Ambos são péssimos"

Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais

"Tudo o que não seja concentrar os votos na AD é estar a beneficiar quem aposta a sua vida política no extremismo, no radicalismo, no populismo"

Carlos Carreiras, presidente da Câmara Municipal de Cascais

"Será bom Portugal e para o próprio PS ter uma cura de oposição"

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"Sabemos que governo de maioria de pS entrou em vertiginosa decomposição: foram 14 demissões em menos de metade do mandato"

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"O candidato que defendia [nas eleições do PS] uma geringonça 2.0 e guinada à esquerda venceu",

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"Fica bastante claro o que está em causa: ou a AD ganha e faz um governo de mudança, ou o que teremos não é uma repetição do PS, mas uma repetição da geringonça, com um primeiro-ministro inexperiente, mais esquerdista, e com o Bloco e o Partido Comunista sentados no Conselho de Ministros"

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"Será [o PS] o governo mais radicalizado desde 1976",

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"Só o PS pode fazer pior do que o Partido Socialista",

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"Parecem um grupo de marcianos que não viveram neste planeta, nem neste país, nem estiveram sentados no Conselho de Ministros nos últimos oito anos e querem apresentar-se como turistas. [...] É como se Pedro Nuno Santos dissesse: "Não sei, não me lembro, não vi". Problema: lembra-se, viu e concordou"

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"Quem colocou no memorando assinado entre a República Portuguesa e a troika a privatização da TAP e a privatização dos CTT foi um governo do Partido Socialista"

Paulo Portas, ex-vice-primeiro-ministro

"Não podemos permitir que os agricultores sejam continuamente acusados de fazerem mal ao planeta"

Eduardo Oliveira e Sousa, ex-presidente da CAP

"Os ambientalistas tornaram a sua atitude de conservacionistas numa missão radical e o radicalismo é contra, no fundo, a proteção da natureza"

Eduardo Oliveira e Sousa, ex-presidente da CAP

"Se eu tiver um problema circulatório nos pés, qual é a solução? Há duas: uma é cortar os pés, se não tiver pés deixo de ter problemas circulatórios nos pés. Foi essa a mensagem do governo ao dizer que ia cortar 70% da água aos agricultores. Mas nós queremos os pés, que são a nossa raiz"

Eduardo Oliveira e Sousa, ex-presidente da CAP

"A exigência na gestão dos serviços públicos deixou de ser sequer um objectivo, transformou-se numa espécie de anedota contada em WhatsApps"

Cecília Meireles, ex-deputada e líder do grupo Parlamentar do CDS

"Um terço dos nascidos em Portugal entre os 15 e 39 anos deixou o país. É um verdadeiro êxodo"

Cecília Meireles, ex-deputada e líder do grupo Parlamentar do CDS

"Não me conformo nem acho que seja sina ver sistematicamente o meu país ficar para trás nos rankings de PIB per capita, todos os anos a ser ultrapassado [...] e estarmos aqui taco-a-taco com Roménia"

Cecília Meireles, ex-deputada e líder do grupo Parlamentar do CDS

"O PS, ao escolher ter um PRR em que 70% dos fundos vão para o Estado, já escolheu um sector estratégico e já escolheu um sector a apoiar, é o sector das empresas que trabalham para o Estado, é o sector das empresas que são clientes do Estado"

Cecília Meireles, ex-deputada e líder do grupo Parlamentar do CDS

"Não me conformo nem acho que seja sina ver sistematicamente o meu país ficar para trás nos rankings de PIB per capita, todos os anos a ser ultrapassado [...] e estarmos aqui taco-a-taco com Roménia"

Cecília Meireles, ex-deputada e líder do grupo Parlamentar do CDS

"Sempre que estivemos no governo melhorámos a vida das pessoas"

Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa

"Hoje, metade das pessoas sem-abrigo em Lisboa são estrangeiras"

Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa

"A AD nasceu para mostrar aos portugueses que é possível uma vida melhor"

Carlos Moedas, presidente da Câmara Municipal de Lisboa

"Resolvi vir aqui, ninguém me convidou. Não é um tempo de cerimónias, é um tempo em que precisamos de estar todos mobilizados"

Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud

"O sofrimento em Gaza, uma guerra que não acaba, que, aliás, começou para impedir que houvesse tranquilidade e uma solução razoável para as questões muito sérias do Médio Oriente. Estamos a ver essa guerra a alastrar, estamos assustados, muito assustados. Estamos a ver a guerra da Ucrânia sem soluções à vista [...]. O mundo está de novo a dividir-se em blocos: a China emergiu, habituámo-nos a olhar para ela como um parceiro comercial, hoje olhamos para ela como uma fonte de novas ameaças"

Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud

"No fim deste ano há um risco muito grande deixarmos de olhar para os Estados Unidos como um país de quem nos sentimos muito próximos e de quem sabemos que podemos contar com a proteção"

Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud

"A União Europeia, a Europa, vai viver dias difíceis nos próximos tempos"

Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud

"Este não é um tempo para aventuras, não é um tempo para aventureiros"

Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud

"Este país não está para precipitações, para se fazer coisas de uma maneira irrefletida"

Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud

"Dizem-nos que nunca houve tanto dinheiro e tantos profissionais e tantos meios [na Saúde]. Então, o que se passa?", Leonor Beleza

"AD não é uma reedição, é um sinal de esperança e de mudança. Portugal precisa dessa vitória",

Leonor Beleza, ex-ministra da Saúde e presidente da Fundação Champalimaud

"Carlos Moedas dizia que era pequenino quando a AD nasceu. Eu pequenino já não era, já media 1,83, mas já era jovenzito"

Pedro Santana Lopes, ex-primeiro-ministro e presidente da Câmara Municipal de Figueira da Foz

"Eu confesso, a mim o Luís Montenegro convidou-me"

Pedro Santana Lopes, ex-primeiro-ministro e presidente da Câmara Municipal de Figueira da Foz

"Nas horas essenciais estamos juntos"

Pedro Santana Lopes, ex-primeiro-ministro e presidente da Câmara Municipal de Figueira da Foz

"Quem chamou a troika foram José Sócrates e Teixera dos Santos"

Pedro Santana Lopes, ex-primeiro-ministro e presidente da Câmara Municipal de Figueira da Foz

"Sem mais riqueza não há dinheiro para acorrermos a todas as necessidades que o pais tem pela frente"

Pedro Santana Lopes, ex-primeiro-ministro e presidente da Câmara Municipal de Figueira da Foz

"Os aumentos salariais têm de estar relacionados com o aumento e a melhoria da produtividade, não há outra hipótese"

Pedro Santana Lopes, ex-primeiro-ministro e presidente da Câmara Municipal de Figueira da Foz

"É a altura de nos reconciliarmos com os pensionistas e os reformados de Portugal"

Luís Montenegro, presidente do PSD e líder da AD

"Vamos mesmo aumentar o complemento solidário para idosos para 820 euros numa primeira legislatura e para ser igual ao valor do salário mínimo nacional numa segunda legislatura"

Luís Montenegro, presidente do PSD e líder da AD

"Assegurar um enfermeiro e um médico de família, recorrendo para esse efeito ao profissionais do Serviço Nacional de Saúde, a alguns profissionais que estão aposentados e que estejam disponíveis e, também, à capacidade do sector privado e do sector social"

Luís Montenegro, presidente do PSD e líder da AD

"Podem confiar que o futuro começa agora e que vamos tirar Portugal do sítio onde os socialistas o colocaram"

Luís Montenegro, presidente do PSD e líder da AD

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.