Simultaneamente, assinalam-se os 200 anos do Teatro Thalia, em Lisboa.

“Vinte cinco anos após a criação do Ministério da Ciência e Tecnologia em Portugal por António Guterres, sob a liderança de José Mariano Gago, podemos hoje afirmar que a aposta no conhecimento tem de ser o nosso compromisso para o futuro e requer instituições científicas fortes, autónomas e abertas à formação, ao emprego científico, à criatividade e às novas fronteiras do conhecimento, de modo a fazermos face aos novos desafios”, em Portugal e na Europa, escreve o ministro Manuel Heitor na nota que acompanha o extenso programa de comemorações.

O ministro deixa um elogio aos profissionais que fazem ciência e desenvolvem tecnologia em Portugal e que “souberam colocar os interesses coletivos à frente de eventuais interesses individuais ou corporativos, para efetivamente promover e estimular o desenvolvimento científico ao melhor nível internacional” e criar no país “instituições de referência europeia”.

O governante afirma, porém, que é preciso continuar a consagrar uma trajetória de convergência com a Europa e a participação ativa e efetiva na Europa do conhecimento. “Esse é o único trajeto possível para Portugal”, defende.

O programa das comemorações é lançado pelo ministro no Museu Abade Baçal.

Na ocasião será apresentada a coleção de oito livros “Ciência é Conhecimento”.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.