Num comunicado divulgado hoje, a associação para a defesa do consumidor refere que, após “algumas queixas” de consumidores, selecionou um laboratório com “a acreditação e tecnologias necessárias para a realização de um estudo objetivo e isento, de modo a testar o produto”.

Os resultados “não podiam ser mais dececionantes: a Master Copper falha na comprovação de praticamente todas as alegações publicitárias que anuncia, incluindo até aquela que está na origem do seu nome – a composição 100% cobre (copper em inglês)”, lê-se no comunicado.

Segundo a DECO, a análise “microscópica realizada em laboratório assegura que se trata, sobretudo, de alumínio (não tendo sido possível determinar a composição do revestimento antiaderente)”.

Assim, a associação mostra-se disponível para ajudar os consumidores que se sintam “defraudados” a reaverem o dinheiro.

“Dada a falsidade das alegações, entendemos que os consumidores podem devolver o produto e pedir o reembolso do dinheiro: têm dois anos para exercer este direito após a compra”, refere DECO, acrescentando que pode ajudar nesse processo através do preenchimento de um formulário disponível na sua página na internet.

Depois do preenchimento do formulário, os consumidores serão contactados no prazo de 48 horas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.